41º Aniversário da Casa do Concelho do Sabugal

Almoço Convívio - 20 de Fevereiro de 2016

 

Intervenção

Na qualidade de Presidente da Direção da CCS quero agradecer a presença de todos os associados e amigos que connosco vieram comemorar esta data tão significativa na história desta associação. Destaco também a presença de autarcas, empresários e homens de cultura que amavelmente aceitaram o convite e se juntaram a nós pois de uma forma ou outra também comungam dos nossos ideais e cultura da Raia Sabugalense.

A história da associação começou a ser escrita no dia 23 de Outubro de 1974, ano em que foram apresentados e aprovados por unanimidade os estatutos da CCS. O grupo formado pelo Dr. Antero de Seabra, Adelino Brito Dias, Alberto da Cruz Gata, Benvinda de Seabra, Fitz Quintela, José Baltazar Roque e José Lourenço Paula constituíram a "Comissão Instaladora da Casa do Concelho do Sabugal" sendo assim considerados os fundadores da Casa, pelo facto de assinarem a escritura da constituição desta nova Associação, no 3.º Cartório Notarial de Lisboa, aos 13 dias do mês de Fevereiro de 1975.

Por mais que me esforçasse por aqui traçar o riquíssimo historial desta instituição nestes quarenta e um anos de existência não o conseguiria tal a sua riqueza e o número infindável de actividades que foram levadas a cabo e nas quais estiveram envolvidos alguns milhares de arraianos e amigos da região. Uma palavra de apreço para todos aqueles que por aqui passaram e com o seu trabalho dignificaram a Casa levando mais longe o nosso saber e a nossa cultura. Uma palavra muito especial para alguém que aqui deixou a marca da sua passagem, refiro-me ao falecido Francisco Engrácia, não esquecendo os já também falecidos e a quem a C.C.S. muito deve, Afonso Pinheiro, Alberto Carriço e João Leitão, entre muitos outros. Os atuais Órgãos Sociais desta Casa farão tudo o que estiver ao seu alcance para merecer o legado que nos foi deixado por tão ilustres dirigentes.

A CCS em Lisboa, tem sido o Ponto de Encontro entre os arraianos que vivem na Região da Grande Lisboa e tem procurado afirmar-se como Embaixadora Natural da gastronomia, cultura, hábitos e saberes da região, desempenhando desta forma um papel fundamental na Diáspora do Povo Arraiano. É essencial que os associados sintam a Casa como sua e que os sabugalenses encontrem em Lisboa uma Casa que, longe da sua terra natal, os represente e os acarinhe.

O Município do Sabugal, os empresários e os outros agentes, têm de compreender que a Casa tem condições para alavancar a economia da Região e divulgar as suas mais-valias no campo económico e promocional e que por isso deve ser ajudada, independente da forma como isso se venha a concretizar. A Loja Gourmet dá resposta às solicitações daqueles que apreciam os produtos da região, ao mesmo tempo que ajuda ao desenvolvimento da economia local.

Estamos também a comemorar o segundo ano á frente desta instituição e é do conhecimento de todos que temos realizado um vasto conjunto de iniciativas e eventos o que nos permite afirmar que estamos no bom caminho. De entre todas as atividades convém realçar a Capeia Arraiana, Património Imaterial Nacional, que tão bem nos aproxima e diferencia socioculturalmente das outras regiões de Portugal. Em 2016 a CCS vai realizar 2 Capeias Arraianas, uma na Região da Grande Lisboa, a 3 de Junho e a outra na Praça do Concelho do Sabugal, a 13 de Agosto.

É legítimo pensar que com o apoio de todos, tencionemos transformar a Casa do Concelho do Sabugal num importante polo de promoção e divulgação da cultura beirã. Em nome da Direção da CCS, quero agradecer a presença de todos, sem excepção, num momento tão significativo para a Casa do Concelho do Sabugal.

Viva a Casa do Concelho do Sabugal!

Viva Portugal!

O Presidente da Direção
Alberto Martins Luís Pachê

 

 

Intervenção (PDF)

 

Cartaz